(0 / 0 votes)
Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

28. - A época atual é de transição; confundem-se os elementos das duas gerações. Colocados no ponto intermédio, assistimos à partida de uma e à chegada da outra, já se assinalando cada uma, no mundo, pelos caracteres que lhes são peculiares.

Têm idéias e pontos de vista opostos as duas gerações que se sucedem. Pela natureza das disposições morais, porém sobretudo das disposições intuitivas e inatas, torna-se fácil distinguir a qual das duas pertence cada indivíduo.(GE)

 

A transição planetária é fato. A própria humanidade na sua maioria está cansada da barbárie de uma minoria que insiste em impôr suas idéias pela violência. Pode-se identificar em todo planeta as disposições diferentes desses grupos encarnados na Terra.

Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a nova geração se distingue por inteligência e razão geralmente precoces, juntas ao sentimento inato do bem e a crenças espiritualistas, o que constitui sinal indubitável de certo grau de adiantamento anterior. Não se comporá exclusivamente de Espíritos eminentemente superiores, mas dos que, já tendo progredido, se acham predispostos a assimilar todas as idéias progressistas e aptos a secundar o movimento de regeneração.(GE)

A nova geração dará início a era do progresso moral. São precocemente mais inteligentes, o bem ao próximo faz parte da sua vida, e suas crenças são espiritualistas. Nem todos são tão superiores, mas aceitam melhor a regeneração planetária.

O que, ao contrário, distingue os Espíritos atrasados é, em primeiro lugar, a revolta contra Deus, pelo se negarem a reconhecer qualquer poder superior aos poderes humanos; a propensão instintiva para as paixões degradantes, para os sentimentos antifraternos de egoísmo, de orgulho, de inveja, de ciúme; enfim, o apego a tudo o que é material: a sensualidade, a cupidez, a avareza.(GE)

Os que vão ser exilados da Terra: Revolta contra Deus; Paixões degradantes; egoismo, orgulho, inveja, ciúme; sensualidade; cupidez; avareza.

Desses vícios é que a Terra tem de ser expurgada pelo afastamento dos que se obstinam em não emendar-se; porque são incompatíveis com o reinado da fraternidade e porque o contacto com eles constituirá sempre um sofrimento para os homens de bem. Quando a Terra se achar livre deles, os homens caminharão sem óbices para o futuro melhor que lhes está reservado, mesmo neste mundo, por prêmio de seus esforços e de sua perseverança, enquanto esperem que uma depuração mais completa lhes abra o acesso aos mundos superiores.(GE)

Após concluir o afastamento da Terra desses espíritos atrasados, vamos notar um mundo melhor. Quem se esforçar por vencer os impulsos atrasados terá como herança uma Terra mais mansa. Quem ficar verá!

Texto retirado do livro (GE) A GÊNESE de Allan Kardec. Comentários em itálico de Edson Roberto-AME